quinta-feira, 5 de março de 2009

QUANDO DESTINOS SE CRUZAM

Quando os destinos se cruzam e os astros jogam a seu favor, o clima favorece e a natureza contribui, os deuses nos abençoam e simplesmente dizem amém!!!! O que dizer dessa turma que em um espaço menor que 24 horas se confraternizaram, divertiram, trocaram experiências, energia, alegria, transformando aqueles breves momentos em momentos eternos. Na mente aventureira destes mochileiros de plantão, que tinham como objetivos serem felizes e nada mais, surgiu uma grande amizade que espero dure o tempo que estas lembranças durarem em suas mentes. EM MINHA MENTE DURARÁ PARA SEMPRE!!!

Pessoal da UnB/UNESP na ilha de Algodoal

Uma ilha paradisíaca, um povo acolhedor, dois grupos com o mesmo objetivo que se completaram como o côncavo e o convexo (sem o trocadilho da música do Roberto Carlos, para quem se lembrar da música), o mar a nossa espera, as estrelas a iluminar, o sol a nos aquecer, a chuva a cair e nos referescar, os hormônios a flor da pele, o calor humano a nos saudar e nos integrar como se fossemos um só, a alegria de ser humano, de estar vivo, de saber que o Brasil é lindo e que fazemos parte dele. SOMOS BRASILEIROS, PORRA!!! (QUER COISA MELHOR...)

Pessoal da UnB/UNESP na Lagoa da Princesa (a lagoa Coca Cola) em Algodoal

Em algodoal, não se importava com o futuro, com o que ia acontecer, as coisas simplesmente aconteciam...

... Um papo agradável, uma amizade eterna, um beijo na boca, presenciar o sol se pondo, dormir na areia aquecidos pelo calor natural, "ver estrelas", o nascer do sol visto da praia, cantar "Sociedade Alterntiva" a plenos pulmões de dentro do mar usando-as como percussão, caminhar "para um mundo além da imaginação" e ao chegar encontrar um paraíso com uma princesa a nossa espera.

Vivendo a sociedade alternativa

Em algodoal não se olha para trás, uma vez lá, o mundo não existe, aquele é seu mundo, aquilo te pertence e a todos que estão a seu redor. Os problemas terrenos ficaram para trás, uma vez dentro da barca que o separa do mundo da realidade, o surreal passa a agir, entra na cabeça como algo a entorpecer os sentidos, você não passa a comandá-los, apenas as segue...

Como diria uma grande amiga, UM ALOHA A TODOS QUE ESTIVERAM LÁ, aos que não estavam, a ALGODOAL, aos que aparecem nesta fotografia e aos que não apareceram mas nela estão representadas, que foram a Belém, paraticiparam do SBPC, do ENAPET, ou que foram simplesmente por ir, aos que se divertiram bastante, a quem se "despiu" das vaidades.


Eternos enquanto viverem em suas mentes

A quem não se conteve e dançou Roberto Carlos (O Calhambeque) no meio da praia de Mosqueiros, feliz por nao escutar brega por um instante, que dançou ou não carimbó, que escutou (por 24 horas quase ininterruptas) dançou ou não o ELETRO-TECNO-BREGA-MELODY (acreditem, não toca calypso em Belém do Pará!!!).

Aos que fizeram aquela algazarra boa no alojamento madrugada adentro após as partidas da Copa América até próximo ao amanhecer ajudando a combater minha insônia e a durmir no chão duro, a todas as amizades que fiz por lá, PRINCIPALMENTE AS PESSOAS QUE CONHECI DA UNESP (QUE GRUDARAM NA UnB COMO CARRAPATO, MAS QUE ADORAMOS ISSO TENHA ACONTECIDO, HEHEHEH), ao grupo dilapidação que fez uma apresentação no nosso alojamento de meia noite até a hora do õnibus partir em nossas últimas horas em belém (muito obrigado mesmo pessoal!!!),


Esperando a barca chegar após a cheia do rio


A MINHA ETERNA PROFESSORA QUE ME PRESENTEOU (DIRETA E INDIRETAMENTE) COM O PASSAPORTE DA FELICIDADE, a quem chorou na hora da partida e um dia ira querer voltar, as pessoas que foram contra e não acreditaram que eu fosse a Belém e PRINCIPALMENTE AS PESSOAS QUE ME APOIARAM E FORAM OS RESPONSÁVEIS INDIRETOS POR ESTE TEXTO EXISTIR.

ALOHA!!!
MUITO OBRIGADO!!!!
VOCÊS SERÃO ETERNOS...

2 comentários:

André Bode disse...

Algodoal... felicidades a vcs q desfrutaram dos prazeres que esta ilha propoe. Ferias e feriados tento correr p lá, ali é o meu lugar, onde todos sao iguais, onde praticamente ninguem consegue sair sem pensar, "um dia eu vou voltar".
André Dias
Belém - Pará - Brasil
(Maiandeua)

MaH disse...

Muito legal, TUDO! Depoimento, foto, enfim sem fim. =)