quinta-feira, 8 de abril de 2010

RETROSPECTIVA 2006...

Janeiro - Passe Livre

O início do movimento já ocorrida desde 2005, mas foi com o fim da greve da UnB (embora tenha coincidido com as férias escolares), que houve a mobilização maior. Na primeira debaixo de forte chuva houve confronto com a polícia, alguns hematomas, manchetes negativas de jornais. A próxima ao fim do mês foi maior (Amanhã será maior). Eu fui a pé com Nikolay para lá e defrontamos com polícia montada, com helicópteros, sirenes polícias cercando e uma mobilização pacífica que terminou com um abraço simbólico dos estudantes na rodoviária. Ainda tenho na mente o Luis aparecendo no meio da multidão subindo dos ombros de Julian como o Senna após a vitória de Interlagos em 1993. Em 2010, finalmente foi aprovado (após escandalo político) o passe livre estudantil

Fevereiro - Inauguração do Centro Acadêmico

Após anos vivendo no subterrâneo da FE, é inaugurado com festa e tudo o Centro Academico da FE em frente ao Cine Dois Candangos.Foi um dia de eventos, lançamentos de livros, plantio ed árvores, exibição de filmes e ao final do dia, a entrega em definitiva aos estudantes de Pedagogia. Eu e o Luis ajudamos nisso colando cartazes da festa pela UnB inteira.

Março - Copacabana

Uma das coisas que mais me arrependo até hoje, não ter estado com esta galera em copacabana para o fórum internacional de educação. Tudo porque apresentaria trabalho final no exato momento em que o ônibus partiria. Embora tenha passado com nota máxima na disciplina eu trocaria aquela nota por aquela viagem.

Abril - A Saga da Luana

Eu, Luana, Gabi e Paulinha iríamos ver um filme para uma apresentação de trabalho. Luís tinha aula sábado de manhã. E a chuva não perdoou um só instante. Ao voltarmos para casa só tinhamos um caminho para passar onde hoje é um cercado e na época era onde estava tendo a duplicação da L3. A primeira foi Paulinha que ao primeiro passo afundou o pé na lama. Com pressa Luana a seguiu e além de afundar o pé na lama ainda conseguiu perder o chinelo lá. Há uma foto do momento em que eu ao ajudar peço o guardachuva a Luana e indico onde provavelmente está o chinelo. No momento, Luis gargalhava da situação e Gabi além de gargalhar não soltava a máquina registrando o momento, ao som da Luana implorando: CADÊ MEU CHINELO!!! A foto acima já foi depois de tudo ter se acalmado.

Maio- Finca

Devido a greve da UnB, houve duas edições do Finca em 2006. Imagina se adorei, rs. Eu, Luis e Julian fizemos uma torcida organizada para todas as bandas, incluindo as que não tinha suas próprias torcidas e também para apresentadora (Sheila Campos), para o produtor (Ozzy), para o roadie (Kurt Cobain)... Fomos até matéria do site da UnB. Ganhavamos prêmios e tudo (eu ganhei camiseta e o Luis ganhou um pacote com brindes, rs). Mas isto era só o início para o que viria a seguir.

Junho - Floripa Foto da apresentação de trabalho em Florianópolis 2006 (de tantas histórias que conto de lá em 2006, acho que a que menos conto é da apresentação). Também, primeira vez vendo o mar, primeira vez no sul, primeira vez vivendo como república, primeiro fora de uma argentina, primeiro por do sol no litoral, o papo com a garota muda, a porta na cara do Pet (via Darlana), ter virado guia de uma cidade que mal conhecia, caminhada todas as manhãs ponta a ponta da praia e ao final um encontro que virou um conto e que ao final daquele ano seria publicado em um livro. Ainda quer mais?

Julho - Copa do Mundo


Copa do mundo na UnB (tudo a ver, rs). Nunca imaginei que fosse tão bom. Os jogos em horários acessíveis, RUs lotados até quase 15 horas para ver disputa de penaltis entre Argentina e Alemanha, atrasos em aulas pro causa de jogos. E um dos jogos foi mais marcante visto na casa da Gabi (ainda em Vicente Pires). Eu, ela, Eillys, Karen e Josiane vendo o jogo Brasil e Japão (e eu para ser o do contra o único que defendia o Ronaldo no único jogo que ele foi bem). Depois da vitória, a Gabi mostrou vídeos baseado nas fotos que havia tirado, uma choradeira danada, muita música, dança e ainda teve show de Zé Ramalho para terminar o dia.

Agosto - Porao do Rock com Luis e Wanda

Embora ainda credito o melhor Porão do Rock o do ano 2000, o que mais me diverti foi realmente este. Estar com eles foi muito bom, já combinava com Luis a meses de irmos juntos. Mais tosco foi o saldo final: Uma costela fraturada, um queixo deslocado, solava do pé dolorido, arranhões pelo corpo e para completar uma reação colateral a uma injeção que tomei no hospital para aliviar as dores que já não eram poucas. Quase fui desta para uma melhor como se diz naquele dia, rs.

Setembro - Materia do Correio

Estava eu e Luis conversando sobre música (novidade) e emprestando discos que até hoje (04 anos) ele nunca me devolveu. Quando do nada aparece um fotógrafo perguntando se poderia fazer uma pesquisa conosco sobre amizade. Que nos viu ao longe conversando e achou que seríamos bons personagens para a matéria. Dias depois foi publicada em reportagem especial de domingo do Correio Brazilliense. A Darlana fez questão de levar o jornal para mostrar para todos e para nós que nem sabia se iria ser publicado mesmo a matéria. Pelo menos existe este registro publicado até mesmo em jornal.

Outubro - Finca da Karen

E houve o segundo finca de 2006, e para surpresa geral, Karen seria a protagonista da história. E ainda por cima com o microfone desligado, rs. Estava lá realizando o sonho de mim e o Luis que ficávamos horas ali berrando pelos outros agora tinhamos razão par poder torcer.

Novembro - Retorno a BH Exatos um ano depois, retorno a BH para participar do primeiro encontro Afroatitude Brasil. Ficamos aquartelados em um alojamento do exercito (com hora para dormir e acordar, rs). Conhecemos o que não tive opurtunidade de ver da outra oportunidade e ainda pude assistir pela primeira vez a um jogo do Vasco em estádio de futebol. Ao final do jogo mais uma história surreal quando conheci uma garota com quem passei o resto do dia.

Dezembro - Comstruindo Pontes e Nuvens
O tão aguardado livro da professora Alexandra com seus alunos de Processo de Alfabetização. Publiquei o conto sobre minha despedida de Florianópolis e da garota que me acompanhou naquela aventura. Teve buffet e tudo, com direito a autógrafos. Uma realização de um sonho. Um filme. um livro, uma árvore... Falta agora o filho, rs.

3 comentários:

Conde, o Eu disse...

eu poderia processar o rogério por me fazer ter vontade de chorar toda vez q leio essa porra de blog!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

tem tanta coisa mais para falar do COMstruindo Ponte. e Ñuvens....tanta coisa para falar dos fincas....dessas viagens....

Rogerio Furtado Magalhães disse...

Não consegui colocar o comentario sobre a foto da copa do mundo, tentarei mais tarde.

Eu tambem tinha o que falar Luis, mas ai nao acabaria o post, rs.

Darlana Godoi disse...

em que não tem eu hein????

Saudades de tu!